A TECNOLOGIA B.CORK E A CIÊNCIA NECESSÁRIA PARA CRIAR UMA MALHA DE CORTIÇA 100% BIODEGRADÁVEL

A tecnologia de revestimento B.CORK é o resultado de 5 anos de pesquisa do produtor têxtil TINTEX e é desenvolvida através de um novo processo que pode ser aplicado a malhas e tecidos, conferindo-lhes propriedades técnicas e estéticas avançadas, como flexibilidade e impermeabilidade, com impacto ambiental mínimo. O B.CORK utiliza um inovador revestimento de poliuretano de base aquosa, isento de formaldeídos ou solventes convencionais, onde os resíduos das rolhas de cortiça são incorporados nas fases de produção e acabamento.

Em 2018, quando produzimos o primeiro protótipo, percebemos que embora este têxtil já tivesse sido usado em desfiles e exposições, a receita tinha limitações de resistência, o que não permitia seu uso no contexto diário com os padrões de qualidade e sustentabilidade da SOBRI. Depois de pesquisar sobre essa nova abordagem e o potencial dos tecidos biosintéticos na redução das emissões de CO2 da indústria têxtil, percebemos que, embora ainda sejam usados ​​polímeros de combustíveis fósseis, essa é uma das soluções menos tóxicas e com maior probabilidade de sucesso em escala na criação de tecidos resistentes e impermeáveis ​​baseados em uma economia verdadeiramente circular.

Nos últimos 3 anos, a SOBRI trabalhou com a TINTEX de forma a melhorar a resistência da malha e aumentar a percentagem de matéria orgânica e de cortiça. Em 2021 c chegámos a uma nova versão deste material, que incorpora pó de cortiça natural na forma de camada de revestimento suportada por uma base de algodão cru - esta nova receita, única no mundo, é composta por cerca de 60% de matéria orgânica e representa um passo fundamental na utilização de cortiça natural em têxteis técnicos que podem tornar-se 100% biodegradáveis.

Estamos comprometidos em continuar a trabalhar para a criação de uma malha feita totalmente em Portugal e que tal como a cortiça, seja durável, reciclável e biodegradável. Acreditamos que a urgência em encontrar substitutos de combustíveis fósseis aliado aos avanços da ciência na criação e sintetização de biopolímeros, irão permitir que esta seja uma realidade nos próximos anos.

 

 B.CORK

B.CORK

B.CORK

B.CORK